Radio Antena FM

Radio Antena FM
(Clique na imagem e assista e ouça ao vivo)

Sindicato dos Trabalhadores

Sindicato dos Trabalhadores

quinta-feira, 25 de agosto de 2016


Casal é encontrado morto e abraçado dentro do box no banheiro no RJ

Suspeita é que jovens tenham inalado gás do sistema de aquecimento. Vítimas são do Rio e estavam na casa de parentes em Teresópolis.


Casal foi encontrado abraçado dentro do box do banheiro
Casal foi encontrado abraçado dentro do box do banheiro
Um casal de namorados foi encontrado morto e abraçado dentro do box do banheiro em uma casa em Teresópolis, na Região Serrana do Rio, na noite desta terça-feira (23). Segundo a Polícia Civil, a principal suspeita é que Maira Nuldeman, de 23 anos, e Rafael de Paula Campos, de 20, tenham inalado gás do sistema de aquecimento do chuveiro.
De acordo com informações da 110ª Delegacia de Polícia, responsável pelo caso, o casal é do Rio de Janeiro e estava na casa de veraneio da família de Maira. Os dois foram encontrados sem roupa no box por uma caseira que trabalha no imóvel. Ela estranhou o fato deles não terem saído de casa durante todo o dia.
Segundo os policiais, o equipamento que faz o aquecimento a gás do chuveiro ficava dentro do banheiro. A investigação vai apontar se houve vazamento. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) para passar por necropsia nesta quarta-feira (24). O exame vai apontar a causa da morte.

Fonte: G1

Após matar a mãe durante surto, filho perguntou à polícia se ela estava bem

Estudante voltou à consciência durante depoimento e chorou, diz polícia.


FacebookFelipe matou a mãe após surto na Zona Sul de SP, segundo polícia
Felipe matou a mãe após surto na Zona Sul de SP, segundo polícia
O estudante Felipe Farina Garcia, suspeito de matar e esquartejar a mãe e de ferir duas vizinhas na Zona Sul de São Paulo, perguntou aos policiais que o interrogavam após o crime se a mãe estava bem. De acordo com a Polícia Civil, a pergunta foi feita mais de uma vez durante o depoimento e, toda vez que era respondida, o jovem começava a chorar.
A polícia afirmou que já ouviu todas as testemunhas do caso, com exceção das duas vítimas que sobreviveram ao ataque mas ainda estão internadas, e disse que não há duvidas sobre a autoria dos crimes. Segundo o 43º Distrito Policial, em Cidade Ademar, responsável pela investigação, tudo indica que Felipe teve um surto psicótico com alucinações.
Umas das testemunhas ouvidas, filha de uma das vizinhas atacadas, contou que não conseguia entender o episódio, já que convivia com Felipe desde que nasceu. Ela se referiu ao estudante como um “irmão de criação”. O jovem alegou à polícia que se lembra apenas de alguns poucos flashes do que aconteceu na manhã da terça-feira (23).
Felipe recobrou a consciência durante o interrogatório e relatou que fumou maconha no dia do surto. A investigação não crê que o uso da droga tenha alguma relação com ocorrido, já que a erva se caracteriza por produzir comportamento justamente contrário ao que o estudante apresentou. Ele nega que tenha feito uso de algum outro tipo de entorpecente.
As vizinhas que ficaram feridas, Márcia Cristina Gonçalves de Oliveira e Luiza Cristina Borges, estão internadas nos hospitais Pedreira e São Paulo, respectivamente. De acordo com a polícia, ambas estão estáveis e já não correm risco de morte.
O executivo de negócios Phillipe Batista, sobrinho de Márcia, disse que a tia sofreu traumatismo craniano e diversos cortes pelo corpo, entre eles um que rompeu um tendão do pé. “Se não tivesse com bota de couro tinha arrancado o pé dela fora também.” Segundo a Polícia Civil, Felipe amputou um dos pés da mãe e ainda tentou, sem sucesso, cortar o outro.
Batista contou que conversou com um familiar da outra vítima, Luíza, e foi informado por ele de que a mulher ficou cega de um dos olhos e pode ficar com sequelas por conta dos ferimentos. Ela precisou passar por uma cirurgia de emergência devido a uma lesão na cabeça.
Crime
O estudante Felipe Farina Garcia, de 25 anos, foi preso suspeito de matar a facadas a mãe, Suely Guerra Farina, de 59, e ferir duas vizinhas no condomínio em que morava na Vila Inglesa, Zona Sul de São Paulo, na terça.
Segundo o relato de testemunhas à Polícia Civil, o jovem andava paranoico com questões religiosas e se dizia Jesus Cristo. No apartamento dele, policiais militares encontraram um pequeno cultivo de maconha.
O crime aconteceu por volta das 9h, na Rua Vicente Pereira de Assunção, uma travessa da Avenida Yervant Kissajikian. De acordo com os depoimentos dos vizinhos colhidos pela polícia, Suely e o filho viviam sozinhos e tinham um histórico recente de brigas, desde que o estudante passou a demostrar um fanatismo religioso.
Nesta terça, após uma discussão que começou a partir de questões espirituais, Felipe atacou a mãe com uma faca. Suely ainda conseguiu sair do apartamento e, aos gritos, correu em direção às escadas, mas o filho, que dizia que ela estava possuída, a alcançou dois andares abaixo.
Vizinhas
Três vizinhas ouviram o desespero de Suely e saíram de suas casas para ajudá-la. Em vão, segundo a polícia. O estudante esfaqueou a mãe na frente das vizinhas. Duas delas, que tentaram intervir, também foram atingidas com golpes de faca. A terceira conseguiu fugir e se trancou em um dos cômodos de seu apartamento.
Outros vizinhos ouviram a confusão e chamaram a Polícia Militar (PM). Segundo o boletim de ocorrência registrado no 43º DP, Felipe permaneceu nas escadas do edifício depois dos crimes e foi detido lá mesmo pelos policiais. O jovem teria resistido à prisão e entrado em luta corporal com os PMs.
Interrogado na delegacia, o estudante não soube explicar o motivo do ataque. Segundo a polícia, ele alegou que não se lembrava de nada do que acabara de acontecer. Suely não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local do crime. As duas vizinhas também atingidas foram socorridas e encaminhadas a hospitais da região.
Felipe foi autuado em flagrante por homicídio e pela tentativa dos outros dois assassinatos. O estudante também vai responder pelo crime de tráfico, já que a PM apreendeu vasos com pés de maconha com o equivalente a 102 gramas da droga no quarto dele.
O estudante Marco Hasckel foi colega de classe de Felipe na universidade e conto que ele era um rapaz inteligente e estudioso, mas que “andava estranho ultimamente”. “Perdemos um pouco o contato da faculdade, mas de vez em quando encontrava com ele correndo pelo bairro. Tava meio apegado com esse negócio de Igreja, achando que todo mundo era pecador. Uns amigos dele mais próximos falaram que ele dizia ser Jesus”, afirmou.

Fonte: G1




Suposta criatura filmada em deserto em Portugal cria polêmica na web

Vídeo provocou debate acalorado nas redes sociais, com usuários destacando que o vídeo é falso, enquanto outros acreditam que se trata de ser extraterrestre.

Reprodução/YouTube/VeronikaCriatura23
Uma criatura misteriosa teria sido flagrada em um deserto em Portugal. Pelas imagens, a criatura parece ter mais de 1,8 metro, apresenta braços longos e caminha lentamente.
O vídeo provocou debate acalorado nas redes sociais, com usuários destacando que o vídeo é falso, enquanto outros acreditam que se trata de um ser extraterrestre.
Publicada no YouTube, a gravação soma mais de 1 milhão de visualizações.
Fonte: G1

Marido esfaqueia mulher e é encontrado morto na Jatiúca


Izabelle Targino/Alagoas 24 Horasic
A Polícia Civil de Alagoas irá investigar um crime chocante, registrado na tarde desta quinta-feira, 25, dentro de um condomínio residencial situado na Rua Vereador Mironildes Vieira Peixoto, na Jatiúca. 
As primeiras informações apuradas pelo Alagoas 24 Horas no local dão conta que Mauro dos Santos Rodrigues, de aproximadamente 60 anos, tirou a própria vida após esfaquear a esposa, identificada como Ercília Domitila Sousa Gasquez. Contudo, a versão será confirmada após sair o resultado do laudo da perícia.
Ercília Domitila foi atingida com um golpe no pescoço.  Após o caso, a mulher foi encaminhada a um hospital particular por vizinhos.
Ercília Domitila é funcionaria do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e passou por uma cirurgia, onde foi acompanhada por uma médica do órgão. Sobre o caso, o TRT alegou que irá aguardar a conclusão dos trabalhos policiais para se manifestar.
Já Mauro dos Santos, que é aposentado da Aeronáutica, foi encontrado morto de bruços no chão da sala do apartamento, localizado no bloco F2 do condomínio residencial.
De acordo com informações do chefe de serviço do 2º Distrito Policial, Ariel Almeida, próximo ao corpo de Mauro dos Santos foram encontrados uma faca e um garfo sujos de sangue. Outra faca, também ensanguentada, foi achada na cozinha do apartamento.
Izabelle Targino/Alagoas24horasDelegado Fábio Costa, coordenador da Delegacia de Homicídios
Delegado Fábio Costa, coordenador da Delegacia de Homicídios
De acordo com o coordenador da Delegacia de Homicídios, delegado Fábio Costa, a perícia encontrou aproximadamente 24 golpes, concentrados na região do torax e pescoço. Apesar da quantidade de golpes, o delegado não descarta que tenha sido suicídio. Todos os golpes estavam concentrados, muito próximas, o que faz descartarmos que ele tenha tentado se defender. Mas todas as possibilidades serão investigadas e não descartamos nenhuma das linhas de investigação. Vamos aguardar o laudo da perícia e ouvir os depoimentos das testemunhas e da Ercília”, disse o delegado.
Segundo testemunhas relataram às autoridades policiais, após ouvir pedidos de ajuda da Ercília Domitila, vizinhos foram até o andar do apartamento e, ao tentar abrir a porta, Ercília conseguiu sair e foi levada para o hospital. “O vizinho que socorreu a mulher disse que quando ela saiu do apartamento, a porta vou fechada, provavelmente pelo Mauro. Ele trancou a porta, e a polícia quando chegou precisou arrombar”, relatou o delegado.
O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital.

Idoso é preso acusado de abusar sexualmente da própria neta





Por Redação

Foto: Ascom-PC

Após uma denúncia, a Polícia Civil prendeu na manhã desta quinta-feira, um homem identificado como Otacílio Palmeira Terto, 57 anos, na cidade de Craíbas. O agricultor é acusado de abusar sexualmente da própria neta, de apenas 13 anos.
As investigações apontam que há algum tempo o avô vem abusando da jovem e para isso, oferecia vários presentes, como notebook, celular, dinheiro para lanche, internet e transporte particular, em troca de relações.
Otacílio Palmeira era ciumento e não queria que a jovem tivesse qualquer tipo de contato com outros jovens, com exceção da escola. Por isso, oferecia todos os benefícios e ameaçava a garota para que não contasse sobre as relações para a mãe.
A denúncia foi feita pela mãe da jovem, Maria Aparecida da Silva, que já desconfiava das intenções do acusado, que além de oferecer vários benefícios, tinha hábitos estranhos, tudo para ficar sozinho ao lado da menina.
Preso, Otacílio Palmeira foi encaminhado para a Delegacia Regional de Arapiraca, onde prestou depoimento e será enquadrado no crime de estupro de vulnerável. A jovem passará por exames no Instituto Médico Legal (IML).

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Japonês mata filho de 12 anos por não estudar o suficiente

 Por G1 | Portal Gazetaweb.com     23/08/2016 08h45
Mãe do menino estava no trabalho quando o incidente ocorreu  COMENTE
Um japonês esfaqueou seu filho de 12 anos até a morte depois de reclamar porque o menino não estava estudando o suficiente para uma prova de admissão a uma escola particular na província de Aichi, informaram meios de comunicação locais nesta terça-feira (23).
Kengo Satake, de 48 anos, disse à polícia que "discutiu com o filho por não estudar" antes de um teste para ingressar em uma escola de ensino médio, informou a rede de televisão pública NHK. O crime aconteceu no domingo (21).
Um porta-voz da polícia informou que o pai esfaqueou o filho, chamado Ryota, no peito com uma faca de cozinha. O pai foi preso depois que a polícia recebeu um telefonema dos funcionários do hospital. Satake teria dito à polícia que esfaqueou o filho "por engano".
A disputa para entrar nas melhores escolas do Japão é intensa. Acredita-se que a admissão em uma instituição de prestígio tem um impacto decisivo nas perspectivas futuras de uma criança.
O menino tentava entrar em uma das principais escolas privadas da província de Aichi e seu pai o repreendia regularmente por seus estudos, disse a NHK, citando pessoas próximas à família.
A mãe do menino estava no trabalho quando o incidente ocorreu, informou o jornal "Asahi Shimbun".