Radio Antena FM

Radio Antena FM
(Clique na imagem e assista e ouça ao vivo)

Sindicato dos Trabalhadores

Sindicato dos Trabalhadores

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Menina escreve carta à mãe no AM e denuncia pai por estupro: 'Me ajuda'

 Por G1 | Portal Gazetaweb.com     22/06/2016 16h27
Criança de 12 anos diz que tentou contar antes, mas teve medo  COMENTE

Criança escreve carta falando sobre estupro e pede perdão à mãe
FOTO: DIVULGAÇÃODIVULGAÇÃO/POLÍCIA M
Uma carta foi a maneira encontrada por uma menina de 12 anos para contar à mãe sobre os estupros sofridos pelo próprio pai, dentro da casa da família. O pedido de socorro foi entregue à polícia na Zona Leste de Manaus, e o homem foi preso na terça-feira (21). No relato, a criança conta que os estupros ocorriam há algum tempo e que já havia escrito uma outra carta para a mãe, mas não teve coragem de entregar. No texto, ela pede ajuda.
O tenente B. Chaves, da 4ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), contou ao G1 que foi abordado pela menina e pela mãe, ambas abaladas. Após ouvir o relato das duas e ler a carta, uma viatura foi até a casa da família e o homem foi preso em flagrante.
A menina contou à polícia que foi vítima de mais um estupro na tarde de terça e, por isso, decidiu escrever a carta para a mãe. "Ela sentia vergonha, tinha medo. Ela pedia perdão porque na cabeça dela estava traindo a própria mãe", disse o policial.
Relato
No texto, a criança conta como ocorriam os crimes. A menina não cita quando os estupros tiveram início, mas afirma que eles ocorriam há muito tempo. Ela chega a pedir perdão para a mãe e a dizer que não conseguia impedir os abusos do pai.
"Mãe, me perdoa. Faz um tempo que isso está acontecendo [...] hoje isso aconteceu, isso é tão nojento. Mãe, eu nunca teria coragem de dizer para ele parar. Tudo começou quando ele veio com uma história de que queria lutar. Eu queria tirar ele de cima de mim, mas eu não conseguia, depois eu deixei, mas na minha mente eu nunca quis, ele falava para eu não sair, só que me doía muito mas eu sempre deixava. [...] Eu não queria olhar na cara dele, mas eu tinha que fingir que estava tudo normal. Eu não queria mais escutar no jornal coisa (sobre) abuso porque me doía muito. Eu já tinha escrito outra carta, só que não tive coragem de entregar. Eu pedi a Deus coragem para entregar essa. Por isso eu ficava com raiva de repente, nem ele nem a senhora me viram chorando, mas eu choro muito", diz um trecho da carta.
Segundo a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), o homem tem 34 anos, é industriário durante o dia e à noite faz bicos como mototaxista. Na delegacia, o pai negou as acusações da filha.
A menina foi encaminhada para exames no Instituto Médico Legal (IML). O laudo, segundo a assessoria da Polícia Civil, confirmou os abusos.
O pai da criança foi autuado por estupro de vulnerável e deve ser encaminhado à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa.

Curta a página oficial Gazetaweb no Facebook e @gazetaweb no Twitter.


Polícia apreende celulares e drogas durante revista em delegacia do Sertão


Radar89/CotesiaCelas foram revistadas e a polícia achou drogas e celulares
Celas foram revistadas e a polícia achou drogas e celulares
Uma revista realizada no fim da tarde desta terça-feira (21), na Delegacia Regional de Delmiro Gouveia resultou na apreensão de 15 celulares e trinta bobinhas de maconha  dentro das celas dos detentos.
A revista foi realizada por militares da Companhia Independente de Operações em Área da Caatinga (CIOPAC-CAATINGA), Pelotão de Operações Especiais (PELOPES), Agentes da Polícia Civil e Guardas Municipais.
Os celulares estavam nas celas 1, 2 e 3. Nos mesmos módulos foi encontrada a maconha. Os detentos recolhidos nestas celas deverão responder criminalmente.
Radar89/CortesiaCelas foram revistadas e a polícia achou drogas e celulares

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Acusado de vários crimes no sertão alagoano é procurado pela polícia
Pauliano Silva dos Santos, 25 anos é acusado de homicídio em Inhapi e Tráfico de Drogas em Delmiro Gouveia.

Por Ítallo Timóteo | radar89.com.br
20 de junho de 2016 às 15:15
14350759082057Policiais Civis da Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP) estão à procura de um jovem suspeito de vários crimes nas cidades de Delmiro Gouveia e Inhapi. Pauliano Silva dos Santos, 25 anos é acusado de homicídio em Inhapi e Tráfico de Drogas em Delmiro Gouveia.

Informações colhidas pela reportagem do portal Radar 89, através do Serviço de Inteligência da 24ª – Área Integrada Segurança Pública (24ª-AISP). “Recentemente ele matou um homem identificado como ‘Espeditinho’ em Inhapi, ele foi reconhecido, mas conseguiu fugir da polícia” Frisou um policial do setor de investigação. Relembre o caso, clicando AQUI.

Além disso, o suspeito é acusado de tráfico de drogas em Delmiro Gouveia e na região de Alagoas, Bahia, Sergipe e Pernambuco.

Em Delmiro, além de traficar drogas, ele é acusado de participar de assaltos a mão armadas e roubos de chácaras.

Se alguém tiver informações que possam ajudar a polícia, denuncie através dos seguintes telefones (82) 3641-5630 / 3641-5368 ou (181) seu anonimato será garantido.

Homem tenta matar o pai e é detido pela polícia



AddThis Sharing Buttons

Por Redação com Aqui Acontece

Ilustração

Coruripe, Alagoas
Um homem identificado como Wellington da Silva Viana foi preso após agredir e ameaçar matar o pai, José Benedito Viana, 65 anos, no povoado cabeça, zona rural do município de Coruripe, litoral do estado.
De acordo com a polícia, Wellington estaria embriagado quando entrou em uma discussão com o pai e em seguida começou a agredir o idoso fisicamente.
Após agredir José Benedito, o acusado ainda pegou duas facas e ameaçou o  pai de morte. Populares ouviram a movimentação e acionaram uma guarnição do 11º Batalhão de Polícia Militar (11º BPM).
Os militares ainda chegaram a tempo e prenderam Wellington antes que alguma tragédia acontecesse. Ele foi encaminhado à Delegacia Regional de Penedo e foi autuado em flagrante pela autoridade plantonista.

sábado, 18 de junho de 2016


Mulher atropela namorado após descobrir que ele tem AIDS


mulherUma mulher ficou furiosa ao saber que o seu namorado era portador do vírus HIV e decidiu atropelá-lo quando ele andava de bicicleta.
Após o ataque, ocorrido em abril, em Phoenix (Arizona, EUA), Misty Lee Wilke, de 44 anos, fugiu do local. Mas imagens de câmera de segurança flagraram toda a ação criminosa.
Na delegacia, Misty contou que o namorado riu ao contar ser portador do vírus da Aids.
A americana foi indiciada por tentativa de homicídio. O namorado teve fratura em uma vértebra e contusão na cabeça.

Fonte: NY Daily News




Acusados de assalto são detidos em Ibateguara

A Palavra/CortesiaAcusados foram levados para a Regional de União dos Palmares, dois deles precisaram de atendimento médico por, supostamente, reagir à prisão
Acusados foram levados para a Regional de União dos Palmares, dois deles precisaram de atendimento médico por, supostamente, reagir à prisão
Uma operação realizada no início da tarde desta sexta-feira (17) resultou na prisão de três jovens e na apreensão de dois menores. O bando é acusado de participar de um assalto a uma loja de roupas no centro de Ibateguara.
Segundo informações repassadas pela polícia, os jovens cometeram o assalto e fugiram na direção de localidade conhecida como Bastões, na zona rural do município. A polícia deu início às buscas e capturou Sanderson Domingos da Silva, de 21 anos, Roberto George da Silva, 19 e Jássio José da Silva, 18; além de dois menores de 15 e 17 anos.

O bando foi interceptado no sítio Mão Direita e os acusados usavam um Palio de cor pra e placas NMC-5727. A polícia afirma que o veículo foi alugado na cidade vizinha, em União dos Palmares. Ainda na versão da polícia houve resistência à prisão e por isso acabarem feridos, precisando de atendimento médico. A PM ainda diz ter encontrado duas armas, calibre 38, com o bando. Oito munições estavam intactas e duas deflagradas.
A polícia investiga agora se os jovens têm participação em outros assaltos, inclusive nas cidades de União dos Palmares e Murici.
Um dos acusados detidos, Sanderson Domingos, é também apontado como um dos principais traficantes da região da Zona da Mata.
Os acusados e os objetos apreendidos foram recolhidos à Delegacia Regional de União dos Palmares.

Alagoana tem cabeça esmagada pelo esposo em São Paulo


Uma alagoana foi morta no distrito de Parelheiros, zona sul de São Paulo, e teve a cabeça esmagada com golpes de tijolo deflagrados pelo marido. O marido, também alagoano, se entregou à Guarda Civil metropolitana alegando suposta traição da esposa com o tio.
De acordo com o escrivão do 25º Distrito Policial de Parelheiros, a vítima Sandra da Silva, 33 anos, foi morta pelo marido Tarcísio Costa Barros Junior, 34 anos. O casal tem duas filhas, de 16 e 11 anos, que moram com os avós em Alagoas.
1
O crime, de acordo com o agente, ocorreu na Avenida Brasil e o corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal que já foi liberado, de acordo com os peritos, só a espera do translado para Alagoas.
O crime
Ao Alagoas24horas, o agente destacou que o acusado se entregou à Guarda Civil Metropolitana após o crime alegando que “matou a esposa e que queria ajuda para salva-la, uma vez que a amava muito”.
No local do crime, os agentes e a polícia encontraram o corpo da vítima em cima da cama com a cabeça estrangulada e com o instrumento do crime, o tijolo, próximo ao corpo.
2
“No Boletim de Ocorrência 1973 esta registrado que os guardas chegaram ao local encontraram as portas e as janelas escancaradas e com registro de homicídio por motivo fútil”, assegurou.
Justificativas do homicídio
Ainda de acordo com o agente do 25º DP, o BO 1973 traz o depoimento do acusado ao delegado.
Segundo o acusado, as motivações teria se dado após descobrir um relacionamento entre a vítima e o próprio tio.
“Ele alegou que durante uma bebedeira com o tio da vítima descobriu que eles haviam tido um caso, inclusive, dele contando detalhes das partes intimas da vítima. Chegando em casa foi conversar com a vítima, onde ela negou e ele teria insistindo para eles retornarem para Alagoas, quando de repente ouviu uma voz que dizia que ela não seria de mais ninguém, pegou um tijolo que estava no quarto, estrangulou a cabeça e esganou o pescoço da vítima”, detalhou ao Alagoas24horas.
Ainda de acordo com ele, o acusado chegou a destacar que já passou por tratamentos psicológicos e que cometeu o crime após ouvir uma voz.