Sindicato dos Trabalhadores

Sindicato dos Trabalhadores

Hora Digital

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Collor destaca trabalho da bancada federal na liberação de licença do estaleiroIbama autorizou, nessa segunda-feira, instalação do empreendimento

Gazetaweb, com assessoria

O presidente da Comissão de Infraestrutura do Senado, Fernando Collor de Mello (PTB), relembrou, em entrevista à imprensa, a importância do trabalho da bancada federal na obtenção da licença definitiva que dispõe sobre o início das obras do estaleiro Enor – Estaleiro do Nordeste, no município de Coruripe. Nessa segunda-feira (1), o presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Volney Zanardi Júnior, autorizou a instalação do estaleiro.

Para o senador, o estaleiro, que vai gerar mais de cinco mil empregos direitos e outros 10 mil indiretos, terá um papel fundamental na diversificação da economia alagoana. Há uma estimativa de que mais de R$ 2 bilhões serão investidos, inicialmente, para construção do Enor.

“Finalmente, a luta da bancada federal se consagrou vitoriosa. A construção do estaleiro é um divisor de águas no processo de diversificação da economia alagoana. Agora, com a palavra os responsáveis pela execução das obras”, expôs Collor. O estaleiro será construído no povoado Miaí de Cima, em Coruripe. A previsão dos responsáveis é de que as obras comecem até o final deste ano.
fonte gazetaweb

Morador de Delmiro Gouveia é preso depois de tentar roubar moto em Piranhas

Acusado fugia em direção a Sergipe, quando foi capturado por militares da Copes.
Por Jota Silva
O jovem Rafael Anselmo da Silva, 19, foi preso na tarde deste domingo (31), por volta das 13h, na zona rural de Piranhas, acusado de roubar uma motocicleta Honda CG, de cor azul e placa KKQ-0226. A prisão do acusado foi realizada por policiais da Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão (Copes).
Uma denúncia anônima ajudou aos policiais a encontrarem o ladrão pouco tempo depois do roubo. O criminoso estava conduzindo o veículo roubado por uma estrada vicinal que dá acesso à cidade de Canindé de São Francisco - SE, quando foi alcançado e preso pelos militares.
De acordo com o capitão Winston Santana, comandante da Copes, o acusado estava trajando uma camisa com a estampa de um palhaço que é muito utilizado por criminosos que matam policiais e alegou que a roupa que vestia se tratava de um presente que havia ganhado de um amigo no interior do Estado de São Paulo, lugar de onde chegou de viagem há um mês.
Rafael foi levado para a Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP), sediada em Delmiro Gouveia, onde foi levantado que já tinha passagens pela polícia por tráfico de drogas e tentativa de homicídio. O jovem foi autuado em flagrante delito pelo crime de roubo e ficou retido a disposição da Justiça.
Nossa reportagem apurou que o preso é natural de Água Branca, mas estava residindo no bairro Novo, em Delmiro Gouveia. A motocicleta recuperada foi devolvida ao proprietário.
fonte minuto sertão

MAIS FOTOS

  • Minuto Sertão

Zé Vaz retorna à Câmara de Vereadores de Santana do Ipanema

Vereador teve seu mandato cassado após uma denúncia de compra de votos. Agora espera seu recurso ser votado no Superior Tribunal Eleitoral.
Por Alagoas na Net
Após uma liminar no Tribunal Superior Eleitoral (STF), o vereador que teve seu mandato cassado, José Vaz (PSDC), conseguiu retornar nesta segunda-feira (1) a Câmara de Vereadores de Santana do Ipanema. O sertanejo havia perdido o processo nas duas primeiras instâncias em Alagoas e recorreu a Corte Superior, conseguindo temporariamente o mandato.
Em conversa por telefone, Zé Vaz confirmou que recebeu a notícia por parte dos seus advogados ainda no fim de semana e nesta segunda já providenciou sua chegada à Casa Tacio Chagas Duarte.
Na página da assessoria da Câmara no Facebook, foi divulgado que um reunião extraordinária dos parlamentares reconduziu Vaz ao cargo, dando-lhe posse pela segunda vez no mesmo ano. A troca de cadeiras deve seguir até o processo ser julgado pelo TSE.
O vereador João Batista de Santana, (PP), que tinha assumido a vaga de Zé Vaz estaria sendo informado pela Casa.
Relembre
O vereador José Vaz foi acusado do crime de compra de votos na eleição de 2012. Uma ação do Ministério Público foi movida inicialmente, quando o vereador acabou condenado em sentença do Juiz Diego Dantas, titular em Santana do Ipanema. Vaz acabou recorrendo ao Pleno do Tribunal Regional Eleitoral, mas após alguns meses de análise o processo acabou também sendo indeferido por unanimidade.
O vereador havia se afastado por dois momentos distintos. O primeiro, por alguns dias, após a sentença do magistrado no Sertão. A segunda aconteceu mais recentemente, após o julgamento pela corte em Maceió. O presidente da Câmara de Vereadores de Santana agora aguarda o julgamento de seu recurso do Superior Tribunal Eleitoral
fonte minuto sertão 

Energia sobe 30% em Alagoas devido à seca no Planalto Central

População aguarda pronunciamento e ação de parlamentares em defesa dos alagoanos

Por Diego Barros
A seca na região do Planalto Central – no Centro-Oeste do país, bem distante do Nordeste – foi apontada pelo diretor presidente da Eletrobras Distribuição Alagoas como a principal causa do aumento de 30,02% da energia elétrica aqui no estado. O reajuste está em vigor desde a última quinta-feira, 28 de agosto, e vale para os consumidores residenciais nos 102 municípios.
A declaração do presidente do órgão foi dada nesta segunda-feira (1), em entrevista ao Programa Pajuçara na Hora, da Rádio Pajuçara FM, em Maceió. Segundo Vladimir de Abreu Cavalcanti, apesar desse aumento, apenas 1,22% ficarão com a empresa em Alagoas para cobrir seus custos com a distribuição e remunerar todos os investimentos realizados pela concessionária entre agosto de 2013 e agosto de 2014.
O restante do aumento é destinado para a compra de energia, transmissão, encargos e tributos. Os principais desses tributos são o ICMS, PIS e Cofins. Ou seja: o governo federal repassa todos os custos para os consumidores, sem reduzir os impostos. Se fizesse isso, o aumento poderia ser menor.
“Não temos interesse em tarifa alta, pois isso até aumenta a inadimplência”, disse o presidente da concessionária. Respondendo a uma pergunta do apresentador Gernand Lopes, ele informou ainda que a inadimplência está abaixo dos 20% dos consumidores.
Em outros Estados do Nordeste, conforme revelou em seu blog o jornalista Ricardo Mota, os aumentos serão menores: Piauí (25,81%), Maranhão (24,12%) e Paraíba (21,43%).
Alagoas é mais pobre que esses outros estados e tem índices de desenvolvimento humano piores. Por outro lado, tem políticos com muita força e visibilidade em Brasília, inclusive na base aliada da presidenta Dilma Roussef e na presidência do Senado.
A população aguarda, agora, que eles se manifestem em defesa dos alagoanos e utilizem seu prestígio, seu poder e sua influência, se não para reverter esse aumento, mas pelo menos para discursar em nossa defesa. Será?
fonte minuto sertão

JHC diz que extratos bancários indicam irregularidades no Tribunal de Contas


Por Vanessa Alencar
João Henrique Caldas, o JHC
Vanessa Alencar/CadaMinuto
O deputado João Henrique Caldas (SDD) usou a tribuna da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) nesta terça-feira (02) para denunciar indícios de irregularidades na movimentação financeira do Tribunal de Contas do Estado (TCE/AL) entre os anos de 2011 e 2014, de acordo com extratos entregues a ele pela Caixa Econômica Federal (CEF).
Com o calhamaço de documentos em mãos, o parlamentar disse que, em uma rápida análise, são “vergonhosos os indícios de mau uso dos recursos públicos”. Sem entrar em detalhes, JHC disse que entregará toda a documentação para análise do Ministério Público Estadual (MPE/AL), assim como fez com os documentos referentes à movimentação bancária da Casa de Tavares Bastos.
“Para ser conselheiro em Alagoas é preciso primeiro passar por um escândalo para ganhar a cadeira ou a indicação dela como prêmio”, criticou, em uma clara referência ao presidente do Poder Legislativo, deputado Fernando Toledo (PSDB), cuja indicação ao cargo de conselheiro foi recentemente reconhecida pelo Supremo Tribunal Federal (STF).
João Henrique prosseguiu afirmando que “o Tribunal de Contas mais parece um puxadinho da Assembleia Legislativa, um cabide de empregos de cabos eleitorais” e denunciou que o órgão auxiliar da ALE tem sido usado com fins eleitoreiros.
“Durante o período eleitoral, o TC tem sido usado por conselheiros para colocar prefeitos e vereadores contra a parede, realizando auditorias irregulares e reuniões secretas sem a presença do MP de Contas. Os vereadores e prefeitos perseguidos já não sabem a quem recorrer ou que fazer, pois estão sendo obrigados a apoiar parentes ou indicados dos conselheiros”, relatou o parlamentar, acrescentando que o Tribunal de Contas e a Assembleia agem como organizações criminosas.
Em aparte, Judson Cabral (PT) disse que as denúncias causavam apreensão e solicitou que JHC entrasse em detalhes acerca dos documentos entregues a ele pela Caixa Econômica: “Desconheço a prestação de contas do Tribunal de Contas que tenha tramitado nesta Casa, mas gostaria de mais informações sobre esses indícios de desmandos”.
JHC reforçou que primeiro irá encaminhar os extratos ao procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá, para, em momento oportuno, disponibilizá-los aos demais.
Em entrevista à imprensa após a sessão, João Henrique contou que se baseou na decisão da Justiça Federal que lhe deu acesso às contas da ALE para solicitar os extratos referentes ao TCE. “Temos informações gravíssimas de mais um escândalo com o dinheiro público”, finalizou.
Resposta do TC
Por meio da assessoria de Imprensa, o presidente do TCE/AL, conselheiro Cícero Amélio, disse que irá aguardar os documentos para avaliar as supostas irregularidades citadas pelo parlamentar. E, caso elas sejam iguais àquelas feitas pelo deputado federal João Caldas (SDD), irá acionar JHC juridicamente, assim como já está fazendo em relação ao pai dele.
Em pronunciamento feito na Câmara dos Deputados em julho deste ano, João Caldas denunciou a utilização da Corte de Contas como “comitê eleitoral” e para perseguir prefeitos e vereadores alagoanos.

Vilela diz que Lei de Responsabilidade Fiscal impede maiores realizações por Alagoas


Por Milena Monteiro-Colaboradora
Em entrevista ao Blog do Vilar Ao Vivo, na noite desta terça-feira (02), o governador de Alagoas, Teotônio Vilela Filho (PSDB), falou sobre seus oito anos de mandato e se posicionou diante de assuntos polêmicos que acometeram suas gestões, além de esclarecer o legado que deixará à política do estado. Atribuiu também, a impossibilidade de maiores feitos, à Lei de Responsabilidade Fiscal.
O primeiro desses assuntos, foi a licença de implantação para a construção do maior empreendimento industrial da história de Alagoas, o Estaleiro do Nordeste (Enor), concedida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), na última segunda-feira. Vilela conta que ainda não há motivos para comemoração, já que a licença foi apenas o primeiro passo e ainda resta um longo caminho até à conclusão da obra.
“Eu não comemorei a licença do estaleiro, que veio com quarto anos de atraso. O estaleiro da Bahia obteve a licença em quatro meses e olhe que está sendo construído em uma área de proteção ambiental. O Ibama ficou procurando pretexto. O Estaleiro de Pernambuco foi construído em um manguezal e teve sua licença liberada imediatamente. Aqui em alagoas nós fomos vítimas de uma disputa de empresários de grandes portes que constroem navios e houve uma interferência política contra o estaleiro de alagoas e isso nos prejudicou muito. Os políticos de alagoas pecaram por não ter coragem de peitar o governo federal e conseguir essa licença.” declarou.
Lei de Responsabilidade Fiscal, Educação e Segurança Pública
Um tema citado durante toda a entrevista foi a Lei da Responsabilidade Fiscal, que impõe o controle dos gastos de estados e municípios, condicionado à capacidade de arrecadação de tributos. A lei impede que políticos realizem grandes obras ao final de seus mandatos. À Lei, Vilela atribuiu à incapacidade de realizações de alguns projetos, bem como a contratação de profissionais da área da educação e segurança.
“Eu não tenho o menor orgulho dos números de educação, mas houve uma melhora. O importante dizer que a educação já era assim, por que fica parecendo que a educação era um mar de rosas e nós afundamos. Nós estamos entregando 60 novas escolas, o governo que mais construiu escola na história do estado. Agora o resultado pedagógico ainda é muito frustrante. Fizemos concurso para professores e estraram 1500 profissionais, mas a lei de responsabilidade fiscal não permite que nós contratemos os 3000 professores que nós precisamos” disparou.
Já sobre a Segurança Pública, o governador garante que houve uma diminuição os indicadores de homicídio nesses oito anos. “O resultado é lento, pois é uma guerra infernal. Nós vivemos um problema que atormenta o país inteiro, o crack. Mas conseguimos reduzir o número de homicídios no estado”.
Vilela garante que os trabalhos realizados resultaram em notáveis melhorias para a segurança. “Nós pegamos a polícia com 40 viaturas, hoje temos 400. Somos o governo que mais admitiu recrutas, 100 no primeiro mandato e 100 no segundo. Estamos dobrando o número de vagas em presídio. Fizemos uma parceria inédita com o Ministério Público, o Gecoc. Mas infelizmente o crime da droga é difícil de resolver” concluiiu.
Feitos e legado
Teotônio Vilela admitiu que sua maior frustração é a educação, mas acredita que tenha desempenhado um bom trabalho na tentativa se sanar os problemas dos alagoanos. “Minha maior frustração é de não ter melhorado, como eu queria, os indicadores da educação. Mas nós travamos uma luta para um governo responsável. Este é o legado que eu acho importante, o legado do portal da transparência.”
Ainda sobre suas realizações enquanto governador de alagoas, Vilela aponta:
“Estamos dobrando a oferta de água como canal de sertão, mais de 1000 km de estradas novas e renovadas, é recorde também, como o número de adutoras e de água. Também é recorde a oferta de leitos em presídios. Nós trouxemos 22 novos hotéis de grande porte, o que dobrou de 22 mil para 44 mil leitos. Nós construímos 70 mil casas e dobramos a área de saneamento no estado como um todo. São feitos que me orgulham, porque é o trabalho de uma equipe que tem toda uma trajetória de credibilidade”, finalizou Vilela.
O Blog do Vilar é transmitido sempre às terças-feiras, pelo Portal Cadaminuto e na próxima terça-feira (09) entrevistará o secretário de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação, Eduardo Setton.
Ouça entrevista completa!

Policial Militar é ferido em tentativa de assalto a loja de telefonia

Suposto assaltante também foi atingido por disparos. Outros acusados de participar do roubo estão fagidos

Por Gabriela Flores
PM baleado durante tentativa de assalto
Reprodução/Internauta
O assalto a uma loja de telefones acontecido no início da tarde desta terça-feira, (02), no Centro de União dos Palmares acabou com duas pessoas feridas. Um Policial Militar e um dos ladrões foram atingidos durante a troca de tiros.  Segundo informações, o Cabo Abdias trabalha como segurança do estabelecimento e teria sido atingido por cinco projéteis.
A assessoria da Polícia Militar revelou que o militar foi encaminhado ao Hospital Geral do Estado (HGE). Já José William Tavares Silva, 22, suspeito de participar do assalto e que apresentava ferimentos sem maior gravidade, foi levado ao Hospital São Vicente. Após os procedimentos médicos o acusado foi encaminhado à delegacia de União dos Palmares, onde foi lavrado o auto de infração.
Os primeiros levantamentos apontam que três homens teriam participado da tentativa de assalto. Os outros dois elementos fugiram do local e até o momento, apesar das buscas feitas pelos policiais do 2º Batalhão, ainda não foram localizados.

Carro colide contra poste, três ficaram feridos e passageiro foge armado


Por Redação
Um acidente registrado na tarde desta terça-feira (02), na Cambona, deixou o trânsito parado e o bairro sem energia. De acordo com informações policiais, o carro de modelo Gol, placa MUG-1413, bateu e dentro do veículo seguiam cinco pessoas. Três delas ficaram feridas e, segundo relataram testemunhas, as outras duas fugiram após a colisão. Uma delas estaria armada.
Para a polícia, possivelmente a batida ocorreu durante a fuga depois de cometerem um assalto. Um revólver foi encontrado dentro do veículo.
Os feridos foram encaminhados ao Hospital Geral do Estado (HGE). Uma das vítimas, identificada como Edvaldo, chegou à unidade com estado grave de saúde. Deivisson André dos Santos, 22, teve fratura no fêmur e a terceira vítima, Lindenberg Roberto Melo da Hora, 21, teve escoriações leves.
A ocorrência foi atendida por militares do Corpo de Bombeiros e pelo Serviço de Atendimento de Urgência Móvel (SAMU). No local também estiveram guarnições da Polícia Militar e técnicos da Eletrobras Distribuição Alagoas, que restabeleceram o fornecimento de energia elétrica. 
fonte cada minuto

Determinada exclusão de propaganda do PT de Alagoas por favorecer Dilma Rousseff


Por TSE
O ministro Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deferiu liminar, nesta terça-feira (2), para determinar que o Partido dos Trabalhadores de Alagoas (PT-AL) deixe de veicular conteúdo de propaganda eleitoral em bloco no rádio de candidatos ao cargo de deputado estadual, levada ao ar no período da manhã e da tarde do dia 1º de setembro.
A coligação Muda Brasil, que apoia o candidato Aécio Neves (PSDB) para presidente da República, alegou, junto ao TSE, que Dilma Rousseff (PT), da Coligação Com a Força do Povo, foi beneficiada pela propaganda, com a promoção de sua candidatura a presidente em programa destinado aos candidatos a deputado estadual.
Na decisão, o ministro adverte que o PT alagoano deve deixar de utilizar o horário eleitoral destinado ao cargo de deputado estadual para divulgar ou pedir votos para a eleição presidencial.
O ministro diz, ainda, que a Lei das Eleições (Lei 9.504/1997) proíbe o uso do horário reservado aos candidatos às eleições proporcionais para veicular propaganda de candidatos aos cargos majoritários.
Na propaganda, afirma a coligação de Aécio Neves, uma fala do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva “destinou-se essencialmente a promover a postulação à Presidência da República, fazendo alusão apenas residual e genérica aos candidatos do partido".
De acordo com o ministro relator, houve, de fato, veiculação de pedido de votos para a candidata Dilma Rousseff e o vice na chapa Michel Temer, em desacordo com o que dispõe o artigo 53-A da Lei das Eleições.