Radio Antena FM

Radio Antena FM
(Clique na imagem e assista e ouça ao vivo)

Sindicato dos Trabalhadores

Sindicato dos Trabalhadores

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Assessor acusa Celso Luiz de promover farra de salário alto em Canapi




Por Edmilson Teixeira

Em contato com a assessoria do prefeito de Canapi, Vinícius Lima (DEM), já que não conseguimos localizar o mesmo, fomos informados de que realmente os valores altos que estão sendo divulgados na mídia, com relação a salários do prefeito e de seu  vice, além de diárias para eles e secretários, são fatos concretos. Alerta o assessor, que o gestor atual não tem nada haver com o que foi aprovado na administração anterior. Afirma que a Câmara de Vereadores, quando então era composta por nove parlamentares, dos quais sete pertencentes ao bloco do ex-prefeito Celso Luiz, aprovou a Lei, sobretudo com o aval do Poder Executivo.
A matéria destaca uma comparação salarial entre o prefeito de Canapi, Vinícius Lima com do prefeito da maior cidade do Brasil, São Paulo, João Dória, quando recebem respectivamente 21 mil reais e  R$ 17. 948.  
“Estamos tentando tirar Canapi da verdadeira desgraça provocada por Celso Luiz, que num ato criminoso cometeu uma série de barbárie nos cofres públicos; assunto que foi até destaque no programa Fantástico da Rede Globo. Como consequência disso, é que estamos sem receber os repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) relativos aos meses de março e agora abril, justamente por falta da prestação de contas da gestão anterior”, comentou o assessor, que pediu para manter seu nome em sigilo.
Conforme  foi noticiado no jornal Extra do último final de semana, lembra o assessor, o conselheiro do TCE/AL,  Anselmo Brito, disse que Celso chegou a ser “blindado” pelo TCE-AL. Na reportagem, Anselmo Brito  revelou  que  Celso Luiz descumpria a norma de entregar mensalmente à Justiça documentações públicas, como editais, procedimentos administrativos e contratos. “Mandou quase nada, senão nada, ao Tribunal”, disse Anselmo Brito. 
Celso Luiz, conforme matéria do Fantástico é acusado de desviar cerca de 30 milhões de reais da falida prefeitura de Canapi, usando cadastros de pessoas inocentes e analfabetas, para um esquema de pagamento de serviços “fantasmas” por meio de agência bancária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário