Radio Antena FM

Radio Antena FM
(Clique na imagem e assista e ouça ao vivo)

Sindicato dos Trabalhadores

Sindicato dos Trabalhadores

quinta-feira, 13 de abril de 2017



Irmãs são presas por torturar amante do marido de uma delas, no sul da Bahia

Homem é suspeito de atrair a vítima para local onde ocorreram agressões, diz polícia.

Duas mulheres foram presas em flagrante por espancar e torturar a amante do marido de uma delas, na cidade de Mucuri, no sul da Bahia, na terça-feira (11). O delegado que investiga o caso, Samuel Martins, informou ao G1, nesta quinta-feira (13), que o pivô da situação, o marido de uma das agressoras, fugiu. Ele é suspeito de atrair a vítima para o local onde o crime ocorreu.
Conforme a polícia, a vítima foi espancada e torturada, por cerca de 30 minutos. Ela ainda foi ameaçada de ter os cabelos e as sobrancelhas raspados, e de ter pimenta jogada nas partes íntimas. “Ela [vítima] foi imobilizada, levou chutes, pontapés, e elas [as irmãs] jogaram pimentas nos ferimentos. A Polícia Militar chegou ao local após denúncia de vizinhos que ouviram os gritos da vítima. A situação poderia ter sido ainda mais grave caso a polícia não chegasse ao local”, relatou o delegado.
A mulher agredida foi atendida em uma unidade de saúde, ainda na terça-feira, e passa bem. Segundo Samuel Martins, à polícia, a vítima contou que o amante, com quem ela mantém um relacionamento há seis meses, teria a convidado para uma casa onde normalmente eles se encontravam. Quando já estavam no imóvel, a mulher do homem e a irmã chegaram ao local, a abordaram e começaram as agressões.
Apesar de ser suspeito de facilitar a ação das suspeitas, o homem não participou diretamente da tortura, conforme apontam as investigações iniciais. “A casa não é dele, ele só toma conta. Ela [a vítima] disse que enquanto o homem ajeitava a casa, as mulheres entraram. Ela acredita que ele facilitou a entrada delas”, afirmou o delegado.
De acordo com a Samuel Martins, quando a PM chegou na casa, as suspeitas ainda tentaram despistar os policiais, mas eles insistiram para entrar no imóvel e quando conseguiram, viram a mulher ensanguentada. O homem que se relacionava com a vítima também estava no imóvel, mas conseguiu fugir.
Os policiais apreenderam o celular das autoras com as imagens das agressões que elas mesmas registraram. “Elas ainda conseguiram apagar algumas coisas, enviei os celulares para a perícia técnica e aguardo o resultado”, informou o delegado Martins.
A polícia não tem detalhes de quanto tempo o homem e uma das suspeitas estão casados. As irmãs suspeitas do crime foram levadas para a delegacia e, em seguida, foram encaminhadas para Conjunto Penal de Teixeira de Freitas. Até o fechamento desta reportagem, o homem que se relacionava com a vítima não havia sido encontrado para prestar esclarecimentos.
Fonte: G1 / Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário